sexta-feira, setembro 22, 2006

Curiosamente obsessiva por afectos







Estás à espera de um afecto?

De um abraço caloroso …

Ou de sentir o toque daquelas mãos nos teus cabelos?

Então sonha acordada

porque todos os teus dias são sonhos despedaçados.



Tens a manhã encravada no teu olhar

e o orvalho ainda goteja nos teus olhos

gotas salgadas

que tu queres compulsivamente mais doces

porque os teus lábios

são por mel eternamente viciados.

Então, ouves melodias repetidamente

para preencher o vazio dessa voz adocicada

que não fica o tempo suficiente

para ecoar nos teus ouvidos.

Não suportas mesmo o silêncio

que a sua ausência deixa em teu redor

e a velha música será sempre o teu escape

minha curiosa obsessiva!



Queres a tua janela pintada de azul…

De um azul que faça inveja a um céu de Verão

mas plantas tulipas brancas na tua varanda

só para as veres crescer sem pecado todas as noites.

Julgas que molhando os dedos nas ondas do teu pensamento

podes salpicá-las de mar

mas ainda saberás

qual o perfume desse azul

que no teu peito encerraste apaixonada?



Deixa-me desconfiar das tuas boas intenções…

És generosa demais no carinho que destilas por amor

para eu acreditar

que por ele nunca pecaste…

que dele nada desejas em troca…

quando te vejo assim

debruçada nessa varanda

despida de flores azuis.

Não

estarás tu à espera de um afecto?


Daniela Pereira-22/09/06














 

5 comentários:

Ofeliazinha disse...

Fico contente de encontrar mais alguém com devaneios. Abraço e boa semana.

zharpah disse...

Bom, sem dúvida! Que mais poderei comentar?! :)
Continuarei a vir aqui beber... posso?

Klatuu o embuçado disse...

Não lhe chamaria obsessão... mas sim «condição feminina»... :)

Alex Flôr Negra disse...

Muito interessante este teu blog...
Parabéns!
Gostei...
*

blueiela disse...

:)Muito obrigado a todos por passearem por este meu cantinho de poesia.Sabe muito bem receber palavras de apreço como as vossas...
Serão sempre bem-vindos no Devaneios!!

beijinhos

blue