sexta-feira, fevereiro 23, 2007

Curto-Circuito


Foto by DeviantArt -nothing to say by Pekthong

Electrifica-me o corpo
esta saudade
que dá choque na pele
e acelera na voz
um grito molhado
que hoje não quero soltar...

QUE FIQUE AÍ...
bem preso à tomada
no fundo da garganta
até que a noite
queime todos os fusíveis
e esta escuridão
que me assola enfraqueça de vez.
Então...
Vou desligar em silêncio as palavras da boca
com o mesmo
on - off intermitente
de sempre...
Porque muda
nunca ficarei
se pensar em ti
com os dedos ligados à corrente.


Blue-22/02/07

4 comentários:

antonio pedro ribeiro disse...

Olá, Daniela. Passei o teu poema "Estilhaços" para o meu blog http://partido-surrealista.blogspot.com. Espero que não te importes.

blueiela disse...

:)Olá Antonio Ribeiro


Claro que não me importo...já dei um saltinho ao teu blog e só me posso sentir honrada pela tua escolha.Obrigado por teres colocado link para os meus poemas..foi muito atencioso da tua parte. E agora que conheces o meu cantinho...espero que o visites mais vezes;)

beijinhos

blue

Nilson Barcelli disse...

Vi este teu poema no "Luso-Poemas" e fiquei encantado.
É um magnífico poema. Vou ler mais.
Beijo.

PS: vê lá se não ligas mesmo os dedos à corrente...

Nilson Barcelli disse...

Já li mais e concluí que escreves muito bem.
Parabéns.
Já coloquei o teu link no meu blog (em Daniela).
Beijos.