quarta-feira, outubro 08, 2008

Daquele pouco que me faz sofrer tanto...



Hoje que não te tenho mais ao meu lado..
não te adoro ...eu simplesmente ainda te amo...
Amo-te até às lágrimas
porque os sorrisos já me parecem curtos demais
para levarem a minha boca até ti..
Os teus beijos secaram nos meus lábios pingados..
não resta mel nos dedos para lamber
não me dás mais flores para embelezar os meus dias..
mas também nunca me deste uma rosa..
nem uma pétala cheirei nas tuas mãos.
Entregavas-te deserto e eu era a água que matava a tua sede...
eram cactos que plantavas na minha pele
mas eu amava cada gota de sangue
que da minha carne arrancavas com o teu corpo..
Sentia-me viva quando sorria á tua espera...
sentia-me imortal quando chorava
porque o meu coração por ti batia
e tu não chegavas
mas sabia que vinhas a caminho...
Hoje choro porque não ouço mais os teus passos
trepando o chão na minha direcção
Sinto-me morta por dentro..
porque afinal sou mortal...
porque tenho palavras na minha cabeça
que parecem que nunca vão acabar
mas para ti já nada dizem...
porque adormeço com uma pedra contra o peito
que todas as noites o meu coração esmaga mais um pouco..
Já sinto raiva de te amar tanto assim..
já me sinto louca...
sinto que ao saíres da minha vida
viras-te o meu corpo do avesso
e eu nunca mais encontrei a minha forma...
Estou trocada...
troquei as ideias pelos vazios..
troquei as pernas pelo cansaço..
troquei o sol pela lua..
troquei os sonhos pela asfixia..
Estou trocada...
remendada ás pressas..
cortada às tiras
para ser agora devorada ás postas na escuridão.
Perdi uma parte da alma
porque dividi toda a doçura para o teu lado
e fiquei reduzida a fel...
Hoje já não te amo tanto..
amo-te mais um pouco...
mais um pouco...
daquele pouco que para ti eu era
e que para mim só esse pouco
já me faz sofrer tanto...

Daniela Pereira
Direitos Reservados

4 comentários:

Vergilio Torres disse...

Escreves com a verdade na palavra. Tudo pode ser irreal, imaginado. Pode tudo ser real, imaginado também. Aqui deixo um Pensar, dos muitos que nos fazem...

Vive a vida o mais intensamente que puderes. Escreve essa intensidade o mais calmamente que puderes. E ela será ainda mais intensa no absoluto do imaginário de quem te lê.

Vergílio Ferreira

Um beijo

blueiela disse...

:)Obrigado pela visita Vergilio


Nada é irreal, porque é na realidade que eu encontro a razão para o sonho e para o pesadelo.A imaginação é fértil em ideias mas curta em sentimentos...crio à medida que sinto.

beijo

daniela pereira

Bacardi disse...

Boas

Adorei este texto. Vejo nele um espelho do que sinto neste momento, na minha vida. Mas, mais do que identificar-me com esse sentimento, sinto uma grande admiração pelas tuas palavras, simples e fortes.

Apesar de a felicidade não ser o tema, fiquei feliz por encontrar alguem que é capaz de descrever algo tão semelhante ao que sinto.

Em breve dedicarei mais algum tempo a conhecer melhor este teu blog, que parece ter muitas boas experiências para oferecer.

Beijo
Tiago

XR disse...

Já to tinha dito noutros lugares do cyberespaço onde partilhaste o teu talento que adoro a tua forma de escrever ... este é mais um dos exemplos.