quinta-feira, fevereiro 25, 2010

Aproximações


Todas as recordações guardam perfumes e gotas de sal em frascos de vidro fosco..Todos os teus passos têm cheiro a passado..gosto a presente e gestos para memória futura...O resto..o que não nos marca...o vento sopra como folhas castanhas que o Outono desprezou




E quando dançamos...dançam aos nossos pés todas as estrelas caídas na maré dos nossos sonhos...E todos os jardins ganham cor nos amontoados de terra que ninguém quis florir...Já tens margaridas brancas penduradas nos cabelos e nos teus lábios rosas de carmim ganham mais carne...Mas quando dançamos a tua alma é fresca brisa que me arrefece até aos ossos..


Daniela Pereira
Direitos de Autor Reservados


2 comentários:

meditador disse...

Parabéns pelo gosto pela escrita e pelo modo belo em que exprimes os teus sentimentos!!

blueiela disse...

:)Obrigado meditador...

Se guardamos pensamentos e emoções cá por dentro,acabamos por ser pouco mais que uma arca trancada de lágrimas e sorrisos reprimidos ...prefiro ser uma arca de boca aberta e dedos de enguia...*