sábado, julho 30, 2011

Morres-me primeiro ou suicido as aves?




E agora,José?

O céu perdeu a cor

e as curvas do caminho já se encontram baças....

Morres-me primeiro ou suicido as aves sem penas que tentam em vão voar?

E agora, José?

Perdeste a voz de rouxinol

e ainda ontem dizias ser cantor

reclamando que os silêncios da rua te eram nefastos.

E agora, José?

Ficas a rir das tuas desventuras ou vais à deriva procurar novas conquistas?

Ainda ontem colhias maçãs no pomar e hoje plantas rugas na varanda

E agora,José?

Morres-me primeiro ou suicido as aves sem penas que não te ensinaram a voar?

Daniela Pereira

Direitos de Autor Reservados

2 comentários:

Malu disse...

Eu prefiro, com certeza, continuar a colher maçãs do que parar no tempo, esticar-me na varande e deixar-me criar rugas...
Belos questionamentos e profundas indagações.
Abraços

blueiela disse...

Obrigada Malu pela visita e pela simpatia das palavras:)

beijinhos

Daniela Pereira