domingo, maio 22, 2005

Gravar palavras com o bico da caneta


Porque as palavras fortalecem laços
e rasgam distâncias com a ponta dos dedos
Gravo a minha pele nestas linhas e
escrevo para ti com a alma vendada
a deslizar no papel .

Não olho as estrelas esta noite
porque aborrece-me o seu pálido brilho.
Prefiro abrir o peito com o bico da caneta
e deslumbrar o olhar com a luz
que encadeia este cego coração.

Tremer o corpo desde os dedos dos pés
até à raiz dos cabelos
imaginando o teu cheiro
impregnado na roupa
atirada para o chão.

Desaparafusar todos os pensamentos
cravados na cabeça bolorenta.
Varrer as teias de aranha
instaladas no tecto
e apagar todas as linhas da vida
por mim cruzadas na palma da mão.

Pinchar a boca com palavras rubras
e gritar para os meus sonhos amordaçados
que chegou a hora de voar.
De erguer as asas que teci
com penas de ilusão
e percorrer o resto do mundo
embalados num mar de tinta preta

6 comentários:

Bruno disse...

Belas palavras :)))

blueiela disse...

Bruno,


Obrigado pela visita a este cantinho e pelas palavras de apreço carimbadas com sorrisos:)aos quais junto mais um de agradecimento.

beijos

blue

Luís disse...

:-)

blueiela disse...

luís,



Acompanho o teu sorriso e duplico-o :):)

Obrigado pela tua presença recheada de simpatia!


beijos

blue

Leonor disse...

vim aqui ter totalmente ao acaso, tava a fazer uma «experiencia» no google c/ o nome do meu blog e vim aqui ter :p
Estive a ler um bocadinho e posso-te dizer que gostei bastante :)
beijo

blueiela disse...

Leonor,


Que belo acaso... :)

Fico muito feliz pela tua presença neste meu espacinho e espero ver-te por aqui mais vezes!

Obrigado pelas tuas palavras...

beijos

blue