sábado, outubro 07, 2006

Carta escrita na areia molhada





Encontra-me depressa, porque sinto-me perdida na memória dos teus passos que o mar bravio não consegue apagar. Vês-me a caminhar na areia em círculos confusos mas não me deixas pedras a marcar o caminho que devo seguir. Por isso ando...e ando por caminhos de ninguém. Por estradas que não me levam a lado nenhum ou então a lugares exaustivamente explorados. Faço o percurso sozinha ou abraçada aos restos de alguém na esperança que esta peregrinação possa fazer algum sentido. Mas o mundo graceja e chama-me louca só porque te amo assim...porque te quero ver feliz mais do que a mim própria e como dizer-te adeus é definitivo demais os “até breve” vão-se alternando com noites mal dormidas.
A areia está fria porque o sol já não a aquece com o seu calor e os búzios da praia calaram a sua voz para me poderem ouvir chorar de mansinho. Repouso por momentos...talvez esteja cansada...talvez queira simplesmente desistir de te procurar em todos os buracos onde te podes esconder. Sinto que deformo a minha natureza quando escavo a alma com as mãos e nada encontro porque há muito que sei que ela é um vazio maior. São frases confusas as que debito aqui....não faz mal cobras-me uma certeza da próxima vez que me vires sorrindo com um botão de rosa sangrando no peito.
Porque eu sangro ...sim porque eu sangro com as flores que se pintam de orvalho vermelho para sentir o pôr do sol e nas lágrimas que escrevo tenho o retrato mais bonito da dor que nenhum pintor nos teus olhos ousou recriar.


Daniela Pereira-07/10/06

6 comentários:

lobices disse...

...às vezes é preciso sangrar
...um beijinho

Unicus disse...

Nunca entenderei porque se deve sofrer por amor. talvez porque não seja o certo? Talvez que um melhor aí vem? Entretanto continuamos em círculos..
Beijos

Anónimo disse...

xyjtopa"Inventa uma chama"
Um presente para ti:

www.myspace.com/m_prod

da. disse...

..perdida na memória encontras as palavras...as tuas palavras...

Mikas disse...

Gostei de encontrar-te.

blueiela disse...

Olá! :)

É com um grande sorriso e uma pequena lágrima disfarçada que eu vos encontro aqui com todo o vosso carinho...
As palavras sao a minha maior riqueza e ao ler as vossas toda a pobreza instalada na minha alma se dilui...obrigado.

beijinhos

blue