quinta-feira, dezembro 20, 2007

Procura-se um amigo verdadeiro...




Hoje apetecia-me colocar um anúncio nos jornais...Amiga fiel procura por amigo verdadeiro...

Não tem que ser alto...mas tem que ter um ombro onde possa encostar a cabeça,quando me sentir cansada e com vontade de chorar.Não precisa de ter o ombro livre sempre para mim, mas precisa de saber distinguir quando as lágrimas são sentidas e demasiadas pesadas para carregar sozinha.

Não tem que pedir desculpas por não estar presente em todos os maus momentos...mas tem que me fazer sentir que desejava estar .

Não precisa de sorrir sempre...mas de ter um sorriso para me dar quando me sentir triste,por saber que nunca lhe neguei o sorriso quando de um sorriso meu precisou.

Não deve guardar-me numa gaveta com cheiro a passado...e deve sempre dar-me flores se a vida mostrar que o futuro tem espinhos no olhar.

Não deve fazer de mim uma recordação e sim um pedaço...grande ou pequeno...mas um pedaço de si,porque aos amigos dou-me por inteiro.

Não deve perguntar se estou bem...porque o coração deve saber sentir quando não estou,porque algures nesta amizade há-de existir uma ponte para puder viajar de uma ponta à outra do peito.Só a ausência pode ter força para quebrar esta ponte construída com tanta harmonia...Talvez um dia esqueças o caminho...

Hoje procura-se um amigo verdadeiro...com braços para abraçar...ouvidos para escutar..mas com uma boca para nos encher de palavras com gosto a conforto.

Todo o vazio é inimigo do sentimento...todo o silencio é desprezo se não houver um sussurro ouvindo-se ao longe para nos fazer sentir amparados.

Vou para a janela escrever Amizade em mil aviões de papel e vou atirá-los em direcção às nuvens,para ver se do céu ..hoje ainda me chove um amigo assim...


Daniela Pereira

2 comentários:

angelfeira disse...

a vida nos afasta das pessoas, estamos redoado delas mais nunca damos espaço para no olhem. Eu sou uma pessoa muito solitária.
Obrigada

blueiela disse...

Olá

A amizade...os amigos verdadeiros são uma das melhores armas que o Homem tem contra a solidão.
Há que cultivar e regar todas as amizades que nos querem bem...por vezes só nos percebemos da falta que elas nos fazem quando as perdemos.É dar o melhor de nós aos outros...
Eu é que agradeço a tua passagem pelo Devaneios ...volta sempre:)

beijos

daniela