quinta-feira, maio 08, 2008

Poema com fôlego curto...





Porque todas as chamas se extinguem...
todas as velas se apagam...
Mas nenhuma palavra há-de morrer
por lhe lamberem o rastilho...


Daniela Pereira
Direitos Reservados

Imagem in DeviantArt -http://night-fate.deviantart.com/art/the-follower-84969420

2 comentários:

Luís Nunes disse...

Cortantes as tuas palavras, gosto de te ler menina.

blueiela disse...

Obrigado Luís pelo apreço...:)

Volta sempre...

beijos

daniela